PRÉ-VESTIBULAR ENEM

O cursinho pré vestibular preparatório para o ENEM é direcionado aos alunos que estão no 3° ano do ensino médio. Também aceitamos no nosso curso alunos que estão no 2° ano do ensino médio e/ou alunos que já concluíram o ensino médio.

Conheça o ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a maior prova do país e uma das maiores do mundo. Por isso, é muito provável que você já tenha ouvido falar bastante sobre essa avaliação por aí, já que ela é a porta de entrada para diversas universidades públicas, programas como o ProUni e o Fies e até mesmo instituições estrangeiras.

Ainda assim, restam muitas dúvidas sobre o Enem. Justamente por ser um Exame tão grande, seu processo conta com diversas fases desde antes da inscrição, que costuma ocorrer no início do ano. Sendo assim, os candidatos precisam ficar atentos para não perder nenhuma data ou informação importante!

Por isso, reunimos aqui várias respostas para você tirar todas as suas dúvidas sobre o Enem que podem te ajudar. Bora lá?

Existem algumas particularidades para candidatos hospitalizados, mulheres grávidas ou lactantes, deficientes físicos ou pessoas que estiverem cumprindo pena privativa de liberdade, por exemplo. Mas, de modo geral, as inscrições do Enem são abertas a todas as pessoas!

O Enem é a principal porta de entrada para as faculdades no Brasil. Você pode concorrer a uma vaga em centenas de cursos em instituições públicas, tanto estaduais quanto federais, que em grande parte já adotam esse exame como o único processo seletivo. Os seus resultados também podem ser utilizados em programas como o ProUni e Fies.

Além disso, existem diversas faculdades privadas que aceitam a nota do Enem para entrada de novos estudantes e mais de 40 instituições portuguesas que também utilizam o resultado do Exame como processo seletivo de brasileiros.

De acordo com o cronograma Enem, as inscrições para o Exame ocorreram de 6 a 17 de maio. Portanto, se você não se inscreveu nesse período, infelizmente não poderá participar da edição deste ano.

Mas fique atento! As inscrições para o Enem 2023 devem acontecer em maio do próximo ano. Fique atento ao nosso instagram assim você não vai perder nenhuma data importante!

Sim! Afinal, de modo geral, qualquer pessoa pode fazer o Enem. Porém, quem não concluiu ou concluirá o ensino médio em 2022 pode realizar o Exame apenas como treineiro. Isso quer dizer que, apesar de precisar seguir todas as regras da prova, as suas notas serão divulgadas um pouco mais tarde (60 dias depois da publicação dos resultados individuais) e você não poderá utilizá-las para concorrer a uma vaga em uma universidade.

Sim! De modo geral, todas as pessoas podem fazer o Enem, inclusive pessoas já formadas no ensino médio, graduação ou pós-graduação. Além disso, quem é formado também pode utilizar a sua nota para concorrer a uma vaga na universidade.

Sim! Inclusive para utilizar a nota para concorrer a uma vaga na própria universidade ou em alguma outra, seja ela pública ou privada, por meio de programas como o Sisu, ProUni ou Fies.

Não existe uma idade mínima para fazer o Enem. Porém, se você estiver no segundo ano do ensino médio ou em alguma série anterior do ensino básico no ano de realização do Exame, terá que fazê-lo como treineiro e não poderá usar a sua nota para se candidatar a uma vaga na Universidade.

Para fazer o Enem, você precisa pagar uma taxa. Em 2022, ela custou R$ 85, mas esse valor varia a cada ano em que a prova é aplicada. Porém, alguns estudantes têm direito à isenção dessa taxa, que precisa ser solicitada antes mesmo da realização da inscrição.

Por isso, se você for solicitar a isenção da taxa do Enem, é importante ficar atento ao cronograma da prova para não deixar a data passar. 

De acordo com o Inep, têm direito à isenção da taxa do Enem os candidatos que:

  • estão cursando a última série do ensino médio em escola da rede pública no ano de aplicação do exame;
  • cursaram todos os anos do ensino médio em escola da rede pública e que têm renda, por pessoa, menor ou igual ao valor de um salário mínimo e meio;
  • cursaram todos os anos do ensino médio como bolsista integral em escola da rede privada e que têm renda, por pessoa, menor ou igual ao valor de um salário mínimo e meio;
  • estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica, em família que possui o Número de Identificação Social (NIS) válido e tem renda de até meio salário mínimo por pessoa ou até três salários mínimos ao todo. 

A inscrição para o Enem deve ser realizada pelo portal do Exame no período definido no cronograma realizado pelo Inep.

Quer saber mais sobre o cursinho?